Cuidados no pós-operatório da cirurgia de vesícula biliar


A cirurgia da vesícula biliar é indicada para a remoção de pedras na vesícula, ou cálculos biliares. O procedimento também pode ocorrer quando há inflamação na vesícula, ou ainda quando há o diagnóstico de câncer no órgão.

Neste artigo, falaremos sobre os tipos de cirurgia de vesícula e sobre os cuidados necessários no pós-operatório. Se você gostaria de saber mais, prossiga com a leitura.


Tipos de cirurgia de vesícula

Este tipo de cirurgia pode ser realizada de duas formas, como você verá a seguir.


Cirurgia convencional

Feita por meio de corte no abdômen, consiste na retirada da vesícula por cirurgia aberta. Embora segura e, quando feita de forma programada, bastante rápida, a recuperação costuma ser mais demorada, devido à necessidade de cicatrização da região aberta pelo cirurgião. Portanto, neste caso, o pós-operatório demanda maior atenção. A cirurgia de vesícula convencional pode deixar cicatriz significativa e gerar incômodo em alguns pacientes.


Cirurgia por laparoscopia

Feita com laser, por meio de pequenas incisões no abdômen do paciente, possui um processo de recuperação rápido, com pós-operatório mais simples. Esta opção não deixa grandes cicatrizes por ser realizada de forma “fechada”. A cirurgia laparoscópica utiliza uma mini câmera de alta definição, que possibilita que o cirurgião veja de forma muito precisa a área interna da vesícula a ser tratada.

Os dois procedimentos são feitos com anestesia geral e é comum (e necessário) que o médico solicite alguns exames para acompanhamento prévio do caso. É habitual que o paciente fique internado por cerca de um ou dois dias, antes da cirurgia.


Pós-operatório

É esperado que, após o despertar da anestesia, o paciente sinta dores na região do abdômen. Algumas pessoas relatam que o incômodo pode irradiar para a região dos ombros, mas existem variações.

O médico deve administrar, durante o tempo em que o paciente permanecer no hospital, analgésicos e antiinflamatórios. Após a alta do paciente, pode-se utilizar essas medicações em casa, de acordo com as instruções do médico especialista.


Quanto tempo de repouso é necessário?

No caso da laparoscopia, indica-se que o paciente fique em repouso por cerca de uma semana. É indicado que ele faça caminhadas breves, após dois ou três dias. Não é recomendado fazer esforço demasiado, bem como levantar peso.

No caso da cirurgia convencional, o repouso deve ser mais longo, cerca de duas semanas. Depois de três ou mais dias, o paciente pode fazer pequenas caminhadas dentro de casa, mas deve ficar atento aos sinais de seu corpo.


É preciso tomar cuidados após a cirurgia?

Sim! É essencial evitar movimentos bruscos. Cada movimento deve ser realizado de forma cuidadosa para não prejudicar a área operada.

Uma dieta pastosa, pobre em gorduras, sem frituras, embutidos, doces e similares, é indicada nos primeiros dias após a operação.

Cremes de legumes, purês de frutas, proteínas ou leguminosas, assim como vitaminas de frutas com água, podem fazer parte da alimentação do paciente pelos primeiros dias.

Se houver alguma recomendação específica neste sentido, o médico deve oferecer orientação especializada.


Cuidados extras

Após a cirurgia de vesícula, é importante que o paciente tenha a sua temperatura constantemente monitorada. Caso surja febre superior a 38ºC, deve-se ir ao médico imediatamente.

Para além disso, deve-se verificar sempre o estado da inserção (ou inserções) feitas pelo médico. Se houver sinais de pus ou inflamações, vá ao hospital sem demora.

Outros problemas podem envolver vômitos frequentes, dores muito fortes (e que não melhoram com os remédios recomendados) e amarelamento dos olhos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204