Tudo o que você precisa saber sobre cirurgia bariátrica


Popularmente conhecida como redução de estômago, a cirurgia bariátrica é um procedimento que tem conquistado cada vez mais destaque quando o assunto é saúde e promoção do bem-estar. Trata-se de uma operação realmente capaz de transformar positivamente muitas vidas, desde que seja bem indicada e realizada com responsabilidade e profissionalismo.

Apesar de ser famosa, nem todos conhecem a bariátrica a fundo. Alguns a limitam como cirurgia emagrecedora e pouco sabem da sua abrangência.  Se você quer entender melhor o assunto e saber informações essenciais sobre  esse procedimento cirúrgico, vem comigo!


O que é cirurgia bariátrica, afinal de contas?

A cirurgia bariátrica é uma operação que promove a perda de peso e, consequentemente, melhora a saúde geral da pessoa que se submete ao procedimento.

Também chamada de gastroplastia (plástica de estômago), ela é o tratamento mais efetivo para obesidade, sobretudo quando métodos convencionais de emagrecimento não atingem os resultados esperados.


Para quem a operação é indicada?

A cirurgia bariátrica é uma alternativa cirúrgica indicada para pacientes cujo peso excessivo compromete a mobilidade, qualidade de vida e autoestima. A operação é recomendada para pessoas obesas, com Índice de Massa Corpórea (IMC) igual ou superior a 35 kg/m2 e idade a partir dos 16 anos.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) ainda orienta que seja considerada para indicação cirúrgica a existência de comorbidades como diabetes, hipertensão arterial, apneia do sono, insuficiência cardíaca, dislipidemia, infarto do miocárdio, angina, incontinência urinária, asma grave, acidente vascular cerebral, depressão, infertilidade, refluxo gastroesofágico, hérnia de disco, etc.


Como funciona a cirurgia bariátrica?

Essa cirurgia diminui o estômago, seja restringindo o tamanho do órgão através da remoção de uma porção ou utilizando algum artifício mecânico para reduzi-lo. Com o estômago menor, é menor também a capacidade de ingestão alimentar, o que significa comer menos e, gradualmente, perder peso.

É importante ressaltar que a bariátrica não faz milagres. Não basta fazer a cirurgia e continuar se alimentando de forma desregrada. Os melhores resultados depois desse tipo de cirurgia ocorrem em pessoas que adotam uma dieta balanceada e mantêm a prática regular de exercícios.


Quais são os maiores benefícios da cirurgia?

O principal benefício da cirurgia bariátrica é a perda de peso em si, mas vai além! Entre outros pontos positivos do procedimento então o controle da diabetes tipo 2, combate à hipertensão, melhora da saúde cardiovascular, qualidade do sono, aumento da fertilidade, aumento da mobilidade e disposição, etc.


Quais são os principais tipos de bariátrica?

Há basicamente quatro tipos de cirurgia bariátrica, sendo eles: by-pass gástrico, banda gástrica ajustável, sleeve e desvio biliopancreático.

O bypass gástrico reduz o estômago e o conecta diretamente ao intestino delgado, reduzindo o apetite , ingesta alimentar , e alterações do metabolismo , possibilitado a diminuição expressiva do peso , bem como as comorbidades ( hipertensão arterial , diabetes mellitus 2 , deslipidemia , apneia do sono , etc).

A banda gástrica ajustável, por sua vez, consiste em um dispositivo de silicone aplicado no topo do estômago para reduzir o apetite e limitar o consumo de alimentos. Mas essa praticamente em desuso, e seus benefícios bem limitados.

O sleeve é um procedimento não reversível que grampeia grande parte do estômago (até 85%), limitando desse modo a quantidade de alimentos ingeridos, o que resulta em uma eliminação rápida dos quilos excessivos

Já o desvio biliopancreático remove uma porção do estômago e deixa uma pequena parte do duodeno, de modo que essa técnica restrinja não somente a quantidade de alimentos, como também a absorção de certos nutrientes.


A realização dessa cirurgia envolve riscos?

Sim, como qualquer procedimento cirúrgico, a bariátrica envolve riscos de complicações. Apesar disso, com o avanço da medicina e tecnologia, a operação tem se tornado cada vez mais segura, especialmente quando é conduzida por profissionais qualificados.

Os riscos da bariátrica incluem sangramentos, fístulas, embolia pulmonar, vômitos, diarreia e problemas nutricionais como anemia e deficiência de cálcio, ácido fólico e vitamina B12 , estes últimos quando o paciente não segue as orientações corretas nos pós operatório.

Quer saber mais sobre cirurgia bariátrica? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204