Quando a gastrectomia é indicada?


A gastrectomia é uma cirurgia para a retirada do estômago ou parte dele. Algumas doenças como tumor, úlcera ou mesmo a cirurgia bariátrica demandam esse procedimento. É uma cirurgia complexa e delicada. Todo o procedimento deve ser planejado e bem avaliado pelo médico. Durante ele, outras técnicas podem ser utilizadas para garantir a segurança e a qualidade de vida.

Em remoção parcial, o tamanho do estômago ficará menor, causando perda de peso, pois a capacidade de consumo de alimentos será menor. Esse tipo de cirurgia é mais comum em cirurgia bariátrica ou por alguma lesão de grau leve.

Dependendo do diagnóstico e do grau da lesão, será necessária a retirada total do estômago. Mesmo que todo o órgão seja retirado o indivíduo ainda terá um sistema digestivo operante. Durante a cirurgia, o médico ligará o esôfago ao intestino delgado.


Quando há indicação para a realização da gastrectomia?

Em geral, esse procedimento é o melhor tratamento para câncer no estômago. Ele remove o tumor e garante uma vida mais longa e saudável. Existem, entretanto, outras situações em que a gastrectomia também é indicada, por exemplo:

  1. obesidade;

  2. úlcera;

  3. tumor maligno e benigno;

  4. sangramento constante;

  5. inflamações estomacais crônicas;

  6. incidência de pólipos no estômago;

  7. comorbidades devido à obesidade, que apresentam risco de morte.

Os indivíduos submetidos à gastrectomia passam por uma mudança rigorosa dos hábitos alimentares e de atividades físicas.

Sendo assim, as condições de saúde devem ser analisadas pelo médico com cuidado e atenção. Essa análise é feita por exames clínicos, físicos e laboratoriais solicitados pela equipe médica, observando-se a qualidade de vida e segurança do indivíduo.


Tipos de cirurgia

A gastrectomia tem três técnicas cirúrgicas principais, que variam conforme o problema apresentado e sua extensão. Os tipos aplicados são:

1 – parcial: em que é removida a metade do estômago inferior;

2 – total: remoção completa do estômago, geralmente em quadros de câncer ou úlcera crônica;

3 – vertical ou manga: retirada apenas do lado esquerdo do estômago; mais comum na cirurgia bariátrica, nos casos de obesidade.

Após a indicação do tipo de procedimento a ser adotado, é definido se a cirurgia será a céu aberto ou via laparoscopia.

No caso das cirurgias a céu aberto, é realizada uma incisão grande no corpo, para acessar-se  o estômago. É indicado para indivíduos com tumor que precisam ter retirada grande parte do órgão ou todo o intestino.

Na cirurgia laparoscópica, são realizadas pequenas incisões locais. Proporciona menor possibilidade de complicação e rápida recuperação. É indicada para remoção de pólipos e em cirurgia bariátrica.

Em ambos os casos, a cirurgia dura, em média, 2 a 3 horas, realizada com anestesia geral.

A gastrectomia é um procedimento irreversível. O indivíduo deve adotar uma nova postura de vida e incorporar novas práticas em seu cotidiano, garantindo o bem-estar, segurança e uma vida normal.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204