Pólipo de vesícula biliar: sintomas e tratamentos


Apesar de ser um órgão consideravelmente “pequeno”, a vesícula biliar é extremamente importante para o bom funcionamento do organismo. Afinal de contas, ela é uma das grandes responsáveis pelo processo de digestão dos alimentos, bem como pelo armazenamento de fluidos, colesterol, gordura e bílis.

No entanto, é bastante comum que ela seja acometida por um pequeno crescimento denominado de pólipo. Apesar de o surgimento dele não ser motivo para preocupação, já que, em sua maioria, essa alteração não representa perigo, em alguns casos é possível que o pólipo de vesícula biliar acabe se tornando cancerígeno.

Hoje falaremos um pouco mais sobre os sintomas gerados por esse tipo de pólipo, bem como sobre as formas de tratamento existentes para essa condição. Boa leitura!


O que é o pólipo na vesícula?

Como já citado anteriormente, o pólipo nada mais é que um crescimento fora do comum na vesícula biliar. De forma mais específica, ele corresponde a um tecido que se projeta da parede da vesícula para o lado interior.

Em 95% dos casos, os pólipos na vesícula são benignos, mas existe a possibilidade de que 5% possam ser cancerígenos. E é justamente temendo fazer parte desses 5% que é importante ficar atento aos sintomas que essa condição pode ocasionar.


Sintomas do pólipo na vesícula

Assim como as pedras na vesícula (quando não estão obstruindo os canais biliares), o pólipo também não apresenta nenhum sintoma. No entanto, algumas pessoas que já foram diagnosticadas com essa condição relatam que sofrem de alguns desconfortos, os quais podem servir como parâmetro para o diagnóstico.

Apesar de ser uma queixa rara, os pacientes relatam sentir dor, mais especificamente no hipocôndrio (parte direita do abdômen superior). Trata-se de uma dor moderada, que não costuma ser frequente.

Além disso, outros sintomas, como a presença de náuseas e vômitos, também é bastante comum. Mas, como se pode ver, são sintomas bastante genéricos e que podem estar relacionados a uma série de doenças. Portanto, é imprescindível procurar um médico, pois apenas ele dará o diagnóstico correto a respeito do pólipo na vesícula.


Tratamento para pólipo na vesícula

Caso o médico tenha diagnosticado o pólipo na vesícula, é hora de pensar sobre o tratamento. Nesse momento, a calma deve ser mantida, já que, como citado anteriormente, 95% dos casos dessa doença são benignos.

Assim, o tratamento do pólipo de vesícula biliar costuma variar de acordo com o tamanho do pólipo, sendo que existem um tipo de tratamento para pólipos cujo diâmetro é menor que 1 centímetro e outro tipo para aqueles que ultrapassam o diâmetro de 1 centímetro. No caso dos pólipos cancerígenos, a remoção da vesícula biliar é apontada como uma solução para o tratamento do problema.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto.

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204