Cirurgia bariátrica: quando realizar?


A cirurgia bariátrica, também conhecida como gastroplastia ou redução de estômago, é uma operação digestiva que visa diminuir o peso e melhorar a qualidade de vida de pessoas com o IMC muito elevado.

Atualmente, cerca de 56% dos brasileiros sofrem com sobrepeso, sendo que desses, 18% têm obesidade mórbida. Pessoas que apresentam tal perfil são sérias candidatas à realização da cirurgia bariátrica, entretanto, é necessário saber momento certo de passar pelo procedimento.

Quer saber quando realizar a gastroplastia? Leia o artigo e descubra qual é a hora de se submeter à operação. Vem comigo!


Quando o IMC é muito alto

Um dos indicativos de cirurgia bariátrica é o IMC fora dos padrões considerados saudáveis. A operação pode ser realizada em pacientes obesos, a partir dos 16 anos (conforme avaliação de risco e benefício), que tenham o Índice de Massa Corpórea igual ou superior a 35 kg/m².


Quando há ocorrência de comorbidades

A cirurgia bariátrica também deve ser realizada quando a pessoa apresenta comorbidades, ou seja, doenças associadas com a obesidade, que venham a aumentar os riscos para a saúde e bem-estar do obeso.

De acordo com o CFM – Conselho Federal de Medicina, o rol de comorbidades que justificam a realização da gastroplastia inclui diabetes, apneia do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca, angina, acidente vascular cerebral, asma grave, hérnias discais, refluxo gastroesofágico, pancreatite, infertilidade, incontinência urinária de esforço, depressão, entre outras doenças.


Quando o peso excessivo compromete a qualidade de vida

Quando a obesidade traz prejuízos sérios para a qualidade de vida do indivíduo, pode ser o momento de fazer a cirurgia bariátrica. Se a pessoa sofre com baixa autoestima, estigmatização social, tem problemas de locomoção que atrapalham seu desempenho profissional e capacidade de socialização, tudo indica que a cirurgia é a melhor alternativa de tratamento.


Quando outros tratamentos para obesidade não deram certo

Geralmente, quem é obeso faz diversas tentativas para emagrecer antes de recorrer à cirurgia bariátrica. Se mesmo com acompanhamento nutricional, dietas restritivas, rotina de exercícios e procedimentos estéticos o resultado não for satisfatório, a operação pode ser o caminho. De fato, quando tratamentos psicoterapêuticos, medicamentosos e dietoterapêuticos conservadores não surtem efeito, resta a cirurgia.

Muitas vezes, na luta contra a balança, o indivíduo não consegue perder peso porque há o fator psicológico envolvido. A cirurgia se torna uma ótima opção porque é um tratamento multidisciplinar, que combina psicologia, psiquiatria, endocrinologia, nutrição, fisioterapia e modernas técnicas cirúrgicas para otimizar os resultados.


Quando o médico especialista recomenda a cirurgia

A maneira mais segura de saber se a cirurgia bariátrica é oportuna para a pessoa e o momento, é se consultar com um especialista. Um médico experiente tem know how para avaliar o IMC do paciente, seu histórico de tratamentos, condições clínicas, resultados de exames, existência de comorbidades e eventuais fatores que impeçam a realização da operação.

Quer saber mais sobre cirurgia bariátrica? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto.

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204