Câncer do aparelho digestivo: quais as causas e como ele surge?


A maioria dos cânceres do aparelho digestivo ocorre no estômago ou no intestino delgado. Esses tumores geralmente preenchem o espaço vazio do trato gastrointestinal, o que significa que eles podem não causar sintomas imediatamente, a menos que estejam em locais específicos, ou fiquem muito grandes.

Cânceres pequenos costumam não provocar sintomas e podem ser encontrados acidentalmente, quando o médico está à procura de algum outro problema. Em geral, os tumores pequenos crescem lentamente. Por isso, é preciso estar atento e fazer check-ups periódicos.

No artigo a seguir, vamos falar um pouco sobre o que são os cânceres do aparelho digestivo, como eles se formam e quais são as principais causas para o seu surgimento.

Boa leitura!

O que é o câncer do aparelho digestivo?

O câncer do aparelho digestivo é o termo que representa o grupo de cânceres que afetam o trato gastrointestinal. Os tipos de cânceres do aparelho digestivo incluem:

  1. Câncer de esôfago;

  2. Câncer de estômago;

  3. Câncer de vesícula biliar;

  4. Tumores estromais gastrointestinais;

  5. Câncer de fígado;

  6. Câncer de pâncreas;

  7. Câncer retal;

  8. E outros.

Os tumores do aparelho digestivo se destacam entre os cânceres mais numerosos e agressivos, pois representam quase 21 mil casos anuais e são extremamente letais, devido à sua disseminação fácil (metástase). Assim, o diagnóstico precoce se faz extremamente necessário, pois aumenta a probabilidade de cura.

Como o câncer do aparelho digestivo surge?

As causas do aparecimento de câncer no aparelho digestivo não são conhecidas, mas, em geral, o tumor se forma a partir de mutação no DNA de uma célula qualquer. Essa mudança genética faz com que a célula se multiplique e continue vivendo, quando uma célula normal deveria morrer.

As células cancerígenas que se acumulam formam um tumor que pode invadir estruturas próximas, o que é especialmente perigoso no caso dos tumores gastrointestinais. Isso é preocupante porque as células cancerígenas podem se separar do tumor e se espalhar por outros órgãos do aparelho digestivo e, depois, por todo o corpo.

Quais são as causas e fatores de risco para a doença?

O câncer gastrointestinal é mais comumente diagnosticado em pessoas com mais de 55 anos, sendo os homens duas vezes mais afetados do que as mulheres. A causa exata para essas disparidades é desconhecida. No entanto, existem fatores de risco bem conhecidos, geralmente ligados a aspectos comportamentais.

O álcool, o tabagismo e a obesidade são os principais fatores de risco. Parar de beber e fumar pode reduzir as chances de contrair câncer do aparelho digestivo, assim como outros tipos de câncer. Além disso, pessoas com uma dieta rica em alimentos salgados e defumados, com baixa taxa de fibras, além daqueles com histórico familiar também estão mais propensos a desenvolver a doença.

Causas menos comuns de irritação também podem aumentar as chances de desenvolvimento do câncer do aparelho digestivo. Por exemplo, substâncias cáusticas, como soda cáustica, podem causar danos ao esôfago, o que aumenta o risco de desenvolvimento de câncer no órgão.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em São Paulo!

#câncerdoaparelhodigestivo

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204