OBESIDADE

A obesidade é o resultado de um acúmulo de gordura que excede os parâmetros físicos habituais. Geralmente quando um indivíduo apresenta mais de 20% do seu peso ideal, passa a ter risco de saúde, caracterizando a obesidade. Já a obesidade mórbida é caracterizada pelo índice de massa corpórea superior a 40 (IMC>40).

 

Esse valor é calculado pela divisão do peso em quilogramas, pela altura em metros, elevada ao quadrado. Indivíduos com peso normal apresentam IMC de no máximo 25.

As causas são múltiplas e complexas. Apesar da ideia geral, o sobrepeso não é apenas resultado da ingestão excessiva de alimentos. Estudos recentes tem demonstrado que em muitos casos a causa da obesidade possui componente genético. Outros estudos demonstram que programas de exercício e dieta tem uma habilidade limitada em propiciar resultados efetivos a longo prazo, em casos de obesidade mórbida.

 

Atualmente, o controle do excesso de peso em pacientes com obesidade mórbida é algo no qual deve-se investir ao longo de toda a vida. Por isso é importante ressaltar que qualquer intervenção medica, incluindo tratamento cirúrgico, não deve ser considerada como cura. Na verdade é uma tentativa de reduzir os efeitos do excesso de peso e aliviar conseqüências físicas, emocionais e sociais da obesidade mórbida.

A obesidade mórbida traz consigo um risco aumentado de diminuição da expectativa de vida. Nos indivíduos nos quais o peso excede em dobro o peso ideal, o risco de morte precoce é dobrado em relação aos indivíduos não obesos. O risco de morte por hipertensão e diabetes é aumentado em cerca de 5 a 7 vezes em relação ao da população não obesa. Alem disso, os efeitos sociais, psicológicos e econômicos da obesidade mórbida são injustos e em muitos casos, devastadores.

As doenças freqüentemente associadas, isoladamente ou em conjunto, podem reduzir em muito a expectativa de vida.

 

Entre elas, temos:

  • Hipertensão arterial

  • Diabetes tipo 2

  • Apnéia do sono

  • Osteoartrite.

  • Refluxo gastroesofágico

  • Depressão

  • Incontinência urinária (perda de urina)

  • Irregularidade menstrual

  • Erisipelas de repetição

COMO CALCULAR SEU IMC

O índice de Massa Corporal (IMC), aceito e adotado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), é um dos principais métodos de avaliação do grau de obesidade de um indivíduo. Esta avaliação também pode sofrer alterações quando calculado em crianças, idosos e pessoas muito musculosas.

Para calcular seu IMC, você precisa dividir seu peso pelo dobro da sua altura.

QUAL É A HORA CERTA DE PROCURAR UM

CIRURGIÃO DE APARELHO DIGESTIVO?

  • Gastrite

  • Esofagite

  • Pedra na vesícula

  • Pólipo de vesícula biliar

  • Diverticulite

  • Gordura no fígado

  • Doença do refluxo gastresofágico

  • Pólipo de estômago

  • Câncer de estômago

  • Pólipo de intestino

  • Câncer de intestino

  • Câncer de pâncreas

  • Hérnias inguinais, hérnia umbilical e incisional

  • Obesidade associado a diabetes

  • Obesidade e baixa autoestima

CONTATO

(11) 3884-8489

(11) 3798-9133

(11) 3789-0373

Alameda Lorena, 800

6º andar – conj. 611
Jd. Paulista – São Paulo/SP

 

© 2019 - Todos os direitos reservados

CRM - SP 138204